Quebrando Regras

24 maio

Quando Jesus estava entre os Judeus ele vivia quebrando regras e protocolos em prol do Reino de Deus e era constantemente mal interpretado pelos seus irmãos religiosos. Os Judeus estavam mais preocupados com os aspectos físicos da religião, tais como o templo, rituais e cerimônias do que o seu próximo. E Jesus percebeu isto e ensinou-lhes que de nada adianta os aspectos físicos se eles não se importassem verdadeiramente com o seu semelhante.

Hoje em dia não é diferente. Por tantos lugares que andei, vejo as pessoas cometendo os mesmos erros. Não se lembram da parábola dos Talentos e nem da dos servos, as quais trazem consigo a mensagem que é necessário pensar fora do quadrado. Ir além do que lhe foi comissionado. Surpreender. Ser ousado.

Acredito que o Marketing é uma ferramenta criada por Deus e muitos dos seus princípios estão contidos na Bíblia. A Igreja funciona como uma empresa, uma empresa do Senhor. E todos os princípios que guiam um negócio também guiam a Igreja, a saber: uma administração eficiente, um bom planejamento de Marketing, foco nos resultados, análises financeiras, recursos humanos, pesquisa e desenvolvimento, etc. Sim, está tudo relacionado à eficiência e eficácia do empreendimento.

Fazendo uma análise da Igreja de Jesus Cristo em Pernambuco e no Rio de Janeiro, nas cidades onde passei, constatei nesses últimos 8 anos uma estagnação relacionada ao crescimento do rol de membros. E assim como Lutero escrevo o meu manifesto.

O voluntariado não é eficiente quando se trata de cuidar das ovelhas ou fazer a obra missionária por parte dos membros.

As pessoas casadas dedicam quase 100% do seu tempo às suas famílias e seus negócios, excluindo assim as que não são de suas vidas. Ou seja, se fecham para o seu pequeno mundo interior.

Os membros acabam se tornando automatizados e não conseguem ir além do que foram ensinados, ou ver além.

Os membros dão mais importância aos aspectos físicos da Igreja do que ao espiritual no que diz respeito a cuidar verdadeiramente dos que estão lá fora. São mais teóricos do que práticos.

Não existe um planejamento de Marketing inovador (novas abordagens, panfletagens, letreiros e outdoors, uso das mais diversas mídias seculares).

As portas da Igreja ficam fechadas 80% do tempo na semana e não existe um recepcionista efetivo para dar informações a visitantes e pesquisadores.

A maioria das pessoas que se afastam da Igreja não se afastam pelo pecado, mas por problemas internos com outros membros da Igreja.

continua (…)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: